A carregar...

AS EMOÇÕES PRIMORDIAIS

25.44 22.90

Na reserva natural do monte Elgon, na fronteira entre o Quénia e o Uganda, os elefantes seguem em procissão, regularmente, até ao fundo das profundas galerias sob a montanha.

Em stock

10% de Desconto Imediato
Compre agora e ganhe 22 Pontos!
Receba entre os dias 18. Abril - 21. Abril
AS EMOÇÕES PRIMORDIAIS
Frequentemente comprado em conjunto
21.98 19.79
1 × NUTRIR AFECTOS

Em stock

17.80 16.02
22.51 20.27

Na reserva natural do monte Elgon, na fronteira entre o Quénia e o Uganda, os elefantes seguem em procissão, regularmente, até ao fundo das profundas galerias sob a montanha. A sua finalidade é encontrar sal, sal que eles arrancam das paredes rochosas e comem de seguida. Estas galerias foram escavadas pelos próprios elefantes desde há centenas de anos. Muitas espécies herbívoras sentem a necessidade de consumir sal. Esta necessidade advém da queda do nível de sódio no sangue. Transmitida ao cérebro, através de recetores internos (que Derek Denton chama de “intero-cetores”), esta reação fisiológica transforma-se numa “emoção primordial”: o desejo do sal. De forma inversa, se os níveis de sódio aumentam, a informação transmite-se ao cérebro sob a forma de um outro sentimento subjetivo: a sede. O desejo de sal ou a vontade de beber, dois exemplos de emoções primordiais que vão servir ao autor para descrever um mecanismo fundamental da evolução: a emergência da consciência. Para Denton, as emoções primordiais (sede, dor, desejo sexual) são sinais que o corpo envia ao cérebro. Formam a base de uma “consciência primária” que corresponde ao facto de sentir subjetivamente uma falta. Serão sentidas por todo um conjunto de animais? Aves, mamíferos e até répteis? As emoções primordiais conduzem-nos a agir “intencionalmente”, com o objetivo de procurar a água, o sal, o parceiro sexual de que sentem falta. Será esta ação verdadeiramente intencional, no sentido filosófico? Porque o animal não se limita a reagir a um estímulo exterior que se apresenta sob o seu olhar. Ele procura um objeto ausente, um ponto de água, uma mina, um parceiro. Para tal, realiza por vezes longas caminhadas, como fazem os elefantes de Elgon. Para além dos elefantes, neste livro, estão em questão répteis, peixes, aves, mamíferos e, indiretamente, os humanos, uma vez que somos também animais e que a nossa consciência, evoluída, encontra as raízes no nosso passado evolutivo. Esta conceção demarca-se nitidamente das outras suas contemporâneas, nomeadamente das de Gerald Edelman: para Denton, é a emoção que está na origem da consciência, desde os primeiros estádios da vida animal. Discutindo as teses de António Damásio, o autor considera que estas emoções primordiais desempenham um papel primordial nos estados de consciência – desde a sede ao sentimento amoroso ou à emoção sentida perante uma obra de arte. Sendo assim, o fundamento da diversidade dos sentimentos e das emoções ditas humanas.

ISBN Oficial

9789896590550

Editora Oficial

Edições Piaget

Comentários

Não há comentários ainda.

Registrado somente em clientes que compraram este produto pode deixar um comentário.

EditoraEdições Piaget
Primeira Publicação2011
FormatoFísico - Impresso
IdiomaPortuguês
ISBN9789896590550
EAN978-989-659-055-0
Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência no nosso website. Ao navegar, o utilizador concorda com a nossa utilização de cookies.

Seleccione um ponto de entrega

Seja notificado quando o produto estiver em stock. Indique o seu e-mail abaixo
Produto adicionado!
O produto já está na lista de desejos!
Removido da lista de Desejos

Carrinho de compras

fechar